27/10/2021
Home EDUCAÇÃO Governo promove a exclusão de estudantes da rede pública para aumentar Ideb,...

Governo promove a exclusão de estudantes da rede pública para aumentar Ideb, alerta Lemos

Em discurso na terá-feira (1/12) na sessão online da Assembleia Legislativa (Alep), o deputado Professor Lemos (PT) alertou que o governo do Estado está promovendo o fechamento de escolas e a redução de turmas do período noturno, excluindo milhares de estudantes da rede pública de ensino, com a finalidade de melhorar a nota do Paraná no IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica).

Na segunda-feira (30), o parlamentar já havia denunciado o programa “Se Liga!”, um programa de recuperação escolar que obriga professores e professoras da rede pública a retirar faltas e aprovar alunos sem que os estudantes tenham frequentado a escola durante o ano letivo ou alcançado as notas para serem aprovados, forjando a redução na taxa de reprovação e abandono escolar para alcançar o primeiro lugar no próximo ranking do IDEB.

Lemos explicou que, ao invés de optar pela inclusão de cada vez mais jovens e adultos no sistema de ensino, o governo opta por excluir alunos da rede pública.

“Isto é muito grave. O governo está fechando escolas que acha que podem supostamente reduzir a nota do IDEB. São muitas escolas na lista de serem fechadas, e isto é inaceitável! A comunidade precisa destas escolas. Também tem o período noturno. Várias escolas estão com o ensino noturno ameaçado para o ano que vem. São centenas de turmas que podem desaparecer. Este estudante, jovem ou adulto, trabalhador, ele tem mais dificuldades e muitas vezes é aquele estudante que mais reprova, que mais abandona a escola. É exatamente aí, com a exclusão, que o governo quer melhorar o IDEB. Se estes alunos não pertencerem mais aos quadros das escolas, eles não vão puxar o IDEB para baixo”, explicou.

Líder da oposição, o deputado afirmou ainda que, ao adotar políticas de exclusão, sem levar em consideração a qualidade do ensino e aprendizado, o governo Ratinho Jr. presta um desserviço à educação do Estado.

“Pensar apenas no IDEB é um erro, é um desserviço à educação do Paraná. Nós precisamos cuidar da aprendizagem, cuidar da qualidade do ensino, com inclusão, não colocando para fora das escolas adolescentes, jovens e adultos, que precisam da escola pública. Isto é inaceitável! Não queremos o fechamento de nenhuma escola nem turmas do período noturno!”, cobrou.

#mandatolemos #professorlemosnaluta #lemossemprepresente #professorlemosnãopara #IDEB #lemosnaAlep

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentário
Nome

- Advertisment -

Most Popular

Deputados pedem ao TJ suspensão do ensino domiciliar no Paraná

Os deputados de oposição na Assembleia Legislativa (Alep) apresentaram nesta terça-feira (26) ao Tribunal de Justiça (TJ-PR) uma Ação Direta de Inconstitucionalidade...

Lemos denuncia fechamento das Casas Familiares Rurais (CFRs) no Paraná

O deputado Professor Lemos (PT) denunciou hoje (26) o fechamento das Casas Familiares Rurais (CFRs) no Paraná pela Secretaria de Educação (Seed)....

Lemos destaca produção de alimentos agroecológicos nos assentamentos e acampamentos do Paraná

O deputado Professor Lemos (PT) destacou hoje (25) a importância da produção agroecológica nos assentamentos e acampamentos do Paraná. Em discurso na...

Lemos pede punição a deputado que xingou e ofendeu Papa Francisco e lideranças católicas

O deputado Professor Lemos (PT) manifestou repúdio contra os xingamentos e ofensas do deputado estadual de São Paulo, Frederico D’Avila (PSL), ao...

Recent Comments