27/05/2024
Home SERVIDORES PÚBLICOS Lemos enaltece servidores públicos e cobra diálogo do governo com funcionalismo

Lemos enaltece servidores públicos e cobra diálogo do governo com funcionalismo

O deputado Professor Lemos (PT) enalteceu hoje (27) os trabalhadores e trabalhadoras do serviço público do Estado pelo Dia do Servidor Público, comemorado em 28 de outubro, e criticou a intransigência do Poder Executivo em dialogar e atender as reivindicações do funcionalismo.

O deputado lembrou que a gestão Ratinho Jr. está prestes a completar dois anos de mandato e que, apesar das tentativas dos representantes dos servidores, o governo nunca aceitou receber as lideranças do funcionalismo.

“Já estamos chegando a dois anos de gestão, metade do mandato, o governador tem recebido tantas outras lideranças no Palácio, mas até agora não quis receber os representantes dos servidores, que são os trabalhadores e trabalhadoras que fazem a educação acontecer, a segurança, que atuam na saúde, na assistência social, na agricultura, meio ambiente e tantas outras áreas”.

Lemos exigiu que o governo do Estado trate os servidores públicos com respeito, pois os trabalhadores dedicam suas vidas para construir as políticas públicas do Estado, oferecendo serviço público de qualidade à população.

“São os trabalhadores do serviço público que atendem a população todos os dias, independente do governo. Os servidores dão sua vida inteira para construir as políticas públicas do Estado. Eles têm o direito de ser atendidos. É muito importante que o governo trate o servidor com o respeito que ele merece, porque isto é respeitar a população que utiliza os serviços públicos”.

Entre as demandas que devem ser atendidas pelo governo, Lemos destacou a reposição salarial da inflação e o respeito ao piso salarial regional, às progressões e promoções, e o adicional por tempo de serviço.  

“O governo precisa receber os representantes do funcionalismo e atender as demandas das categorias. Respeitar o piso salarial regional. Temos uma lei de 2015 que garante que nenhum servidor público deve ganhar menos que o piso regional, mas desde janeiro deste ano este direito está sendo negado. O respeito à carreira, às progressões e promoções, ao adicional por tempo de serviço, que estão suspensos. Isto é um absurdo. A correção salarial da inflação. O Estado tem margem fiscal, margem financeira, e pode perfeitamente acatar as reivindicações do funcionalismo. Precisa atender estas demandas, que são direitos importantíssimos e fundamentais para a qualidade do serviço público”.

#mandatoLemos  #professorlemosnaluta  #lemossemprepresente #professorlemosnãopara #lemosnaAlep

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentário
Nome

- Advertisment -

Most Popular

Oposição entra com ADI contra lei que proíbe passaporte da vacina no Paraná

Os deputados de oposição na Assembleia Legislativa (Alep) apresentaram uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) no Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR)...

O que é o Teto de Gastos e como ele afeta o Brasil

Entenda o que é o Teto de Gastos e como ele prejudica a saúde, a educação e a geração de empregos, entre...

Aprovado projeto que cria o Selo Estadual Empresa Pela Mulher

Estimular boas práticas empresariais para coibir e prevenir a violência doméstica e familiar contra a mulher, bem como fomentar liderança corporativa de...

Terceirizações e privatizações no Ensino Médio preocupam educadores

Por Thiago Alonso/Alep “Não está tendo professor no curso. Não fomos informados que teríamos aula remota. Agora, a aula passa...

Recent Comments